quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Diga "trinta", Rodrigo Porto



O tempo passa. As pessoas passam. Fácil se lembrar de antigos colegas da escola, da rua, do trabalho...

Colegas de turma que um dia eram "brotheraços" e hoje, mesmo com facebook ou no facebook, nem nos damos conta do rumo que tomaram na vida. 

Faz parte...

Mas também há pessoas que vão contra qualquer adversidade, contra até mesmo compatibilidade de gênios e gostos, para sobreviver ao tempo que for preciso.

Conheci essa figura quando fazíamos estágio numa empresa de educação. Eu era estagiário de jornalismo e ele de publicidade e nossa aproximação se dava no máximo porque ele fazia umas piadas estupidamente ruins durante o café e todos riam. Parecia um terrorista checheno, magro barbudo e de óculos.

De lá para cá um milhão de coisas aconteceram.

Cirurgia nos olhos, não usa mais óculos, a barba agora parece a do Bin Laden, se formou na faculdade (nos formamos), pessoas saíram das nossas vidas, outras entraram, ele se tornou um músico de verdade (com música gravada e tudo), fizemos alguns trabalhos juntos, abrimos uma produtora, hoje compartilhamos de muitas coisas, nos tornamos sócios, nos tornamos irmãos desses que a gente escolhe.

Hoje gostaria de celebrar a generosidade desse cara, que larga o que estiver fazendo para levar/buscar a gente no aeroporto do outro lado da cidade, que divide as loucuras, o Jack Daniels, a gasolina, os sonhos, os convites maneiros para shows, festass, jogo, lutas... que surpreende com presentes malucos (bola de baseball, guarda-chuvas, coleção de garrafas de vodka, um skate...), que defende e protege os amigos como um bicho protege sua cria, que leva minha mãe ao médico...

Nós somos muito diferentes e talvez isso seja a sentença de que nossa amizade é mesmo uma coisa de Deus... porque apesar de todos os nossos "quebra-pau", nós nos respeitamos.  E por isso somos irmãos. Aprendo muito com esse sujeito, a cada dia.

Irmão, hoje vim aqui agradecer a Deus, antes de qualquer coisa, por ter colocado você no meu caminho, e a você, pela amizade e pelo companheirismo de sempre. É uma honra tê-lo como colega de trabalho, como sócio, como cúmplice e como amigo.

Feliz aniversário, meu brother.

Você é um ser que precisa ser estudado. 

(sim, isso é um elogio)

Que essa nova fase fase te faça muito bem, afinal de contas muita coisa muda depois do 30. E muita coisa bacana te espera, agora que está mais maduro (velho, entendeu?!)

Abraço, "Velho Mártir".

No vídeo, "Velho Mártir" da banda Montese, da qual Rodrigo faz vocal e guitarra.


 

Nenhum comentário: