segunda-feira, 30 de maio de 2011

Vamos ser "freegans"?!

Foto: "The New York Times"

Você já imaginou viver num lugar onde não se desperdiça nada, tudo é aproveitado e inclusive você pode até trocar aquela cadeira velha que fica "ensebando" no seu quarto por um violão usado, por exemplo?

Fisicamente esse lugar pode até não existir mas existe na internet. Já ouviu falar nos "freegans"? A Ragga até fez uma matéria curtinha sobre eles. De "free", livre e "vegan", que não se alimentam de produtos de origem animal, surgiu o nome do grupo que hoje virou tendência contra o consumismo pelo mundo.

O freegans estão espalhados por várias cidades pregando o não-consumo abusivo e promovendo trocas de coisas usadas entre seus adeptos. Em versões mais ousadas, comunidades vivem nas maiores cidades do planeta gastando pouco dinheiro e aproveitando frutas e verduras, acreditem, até do lixo. Os "freegans" não desperdiçam nada. A Ragga inclusive disse que no Brasil, país onde tem muita gente passando fome, os freegans de São Paulo dizem que tem muita comida sendo jogada fora.

O site do grupo (www.freecicyle.org) disponibiliza uma lista de cidades onde há comunidades em todo o mundo. As comunidades organizam encontros, flashmobs e eventos muito bacanas. No site você não compra nada mas pode doar tudo e qualquer coisa que não esteja mais usando. Tem até geladeira e piano.

Bom, claro que eu já faço parte de um grupo aqui no Brasil e até já estou negociando uns móveis lá pra casa. Fica aí a dica. Acho que nos dias de hoje, além de possível, é necessário se fazer alguma coisa útil pelo planeta. E viva o "freeganismo".